Novidades

Mais de 10 mil pessoas seguem Dinha pela Estrada de Candeias e Cristo Rei

Os números favoráveis ao candidato a prefeito de Simões Filho, Dinha Tolentino (PMDB) só crescem.

Esta semana, o Ibope apontou Dinha com quase 30 pontos à frente do segundo colocado na disputa pelo comando do município. 

Neste domingo (11), o crescimento da adesão à “Caravana do 15” ficou bastante visível nas ruas da Estrada de Candeias e do Cristo Rei. 


Por onde passou, Dinha e Sid foram bastante saudados por populares. Muitos não se continham e manifestavam sua preferência dançando ao ritmo dos jingles tocados pelos carros de som. 

Em seu discurso para a multidão, Dinha, que completou 50 anos de idade esta semana, comentou os 46% de preferência do eleitorado simõesfilhense, conforme o Ibope, divulgado pelo site Bahia Notícias, e aproveitou para pedir um maior empenho de todos os seus colaboradores e simpatizantes nesta reta final da campanha. 


“A nossa vitória só virá no dia 2 de outubro. Não vamos descansar. A partir de amanhã, vamos intensificar o nosso trabalho, o trabalho dos nossos candidatos a vereador”, clamou. 

No Cristo Rei, Dinha garantiu a entrega de um Posto de Saúde, unidade prometida pela atual gestão, mas não cumprida, como tantas outras. O futuro prefeito de Simões Filho ainda garantiu obras de infraestrutura por toda a Simões Filho. 

“A maior obra que iremos ter que fazer é resgatar o respeito ao povo de Simões Filho. Eles foram cruéis. Eles tinham condições de fazer, mas não fizeram. Eles tinham o governo do Estado e nada fizeram. Eles tinham o governo federal e nada fizeram para melhorar a vida do povo”, condenou. 


Dinha ainda garantiu que irá trabalhar para mudar a atual realidade de bairros como Estrada de Candeias, Cristo Rei, Parque Continental, Loteamentos Santo Antônio e São José, Tiro Seguro e Renatão. “Deus já nos deu a condição de estar com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, em um encontro que tive com ele esta semana, e já levei ao conhecimento dele a situação de todos esses bairros”, disse. 







Ascom



Nenhum comentário