Novidades

Demitido do Vitória, Jorginho Sampaio afirma: 'Fui humilhado'



Jorginho Sampaio não é mais assessor do departamento de futebol do Vitória. O cartola, que já ocupou a presidência da agremiação entre 2006 e 2009, foi demitido na manhã desta segunda-feira (15) e não escondeu a decepção pela forma que o seu desligamento aconteceu. 


“Cheguei aqui para trabalhar pela manhã, como faço todos os dias e por volta das 10h30 o senhor Robson, que é chefe de recursos humanos, me entregou um papel para assinar a minha demissão. Foi de forma grotesca e deprimente. Poderiam esperar até amanhã, pois Sinval Vieira [diretor de futebol] era o meu chefe e responsável por minha contratação. Fui humilhado. Quiseram me humilhar e conseguiram. Acho que eu merecia uma consideração maior”, disse em entrevista ao Bahia Notícias. Jorginho ainda revelou que só conversou com Sinval Vieira depois que a demissão foi consumada. “Ele me ligou agora pouco, já que ele estava em Florianópolis com a delegação do Vitória. Ele me explicou os motivos, mas continua sendo amigo. Sinval é um irmão. Nossa amizade não vai ficar abalada por isso. Só acho que o presidente [Ivã de Almeida] poderia esperar até amanhã e conversar comigo”, declarou. 


Como estava licenciado do cargo de conselheiro por exercer atividade remunerada, Jorginho voltará a ocupar uma cadeira no colegiado Rubro-negro. “Tive que pedir licença, pois estava como funcionário do clube. Agora, vou voltar a ocupar minha cadeira de conselheiro e continuar ajudando o clube”, finalizou.



*Bahia Notícias

Nenhum comentário