Novidades

Palocci promete delatar Lula em troca de prisão domiciliar

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, em um acordo de delação premiada tenta negociar que sua pena seja cumprida em prisão domiciliar. Em troca, de acordo com informações da Folha de S.Paulo, Palocci denunciaria banqueiros, empresários e até mesmo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Detido desde setembro de 2016, o ex-ministro tem elaborado a sua proposta de delação com a Procuradoria-Geral da República e a força tarefa da Lava Jato em Curitiba. Palocci estaria disposto a revelar os detalhes de operações irregulares cometidas pelo ex-presidente e um dos donos do BTG Pactual, André Esteves, e o ex-dono do Pão de Açúcar, o empresário Abílio Diniz.

Sobre o ex-presidente, procuradores exigiram que Palocci confirmasse informações dadas por ex-executivos da Odebrecht a respeito de Lula. Segundo a Folha, o ex-ministro teria sinalizado positivamente, principalmente sobre à conta "Amigo". Um outro episódio que Palocci pretende esclarecer sobre o ex-presidente é o suposto benefício financeiro obtido por Lula na criação da empresa Sete Brasil, em 2010.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário