Novidades

Prefeito de Morro do Chapéu toma “pito” do STF e tem que afastar 5 parentes

Nepotismo é quando uma autoridade pública concede vagas de emprego ou cargos de confiança a familiares. Prática condenável e absurdamente comum nas prefeituras, é uma das pragas que destroem o dinheiro público e favorece políticos sem compromisso.

Cinco, isso mesmo, cinco parentes do prefeito de Morro de Chapéu ocupavam cargos comissionados na cidade terão de deixar as funções após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, ter negado pedido de liminar.

A solicitação de liminar foi feita pelo prefeito de Morro do Chapéu, mas não adiantou e foi mantida a decisão judicial que determinava a saída destes “familiares”.

Celso de Mello afirma que não está de acordo com a lei justificar a nomeação de parentes usando o argumento da qualificação técnica. O Ministro do STF diz ainda que a nomeação se deu apenas pelo grau de parentesco com o prefeito, o que desrespeita os princípios de moralidade, eficiência e impessoalidade na administração pública.

Com isso, a Justiça mandou exonerar a secretária de Educação, Ana Lúcia Rebouças Dourado Lima, que é mãe do prefeito. Além dela, vai sair a secretária de Governo Catarina Guimarães Dourado Lima, prima do gestor e sobrinha de Ana Lúcia.

Terá de sair também o secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos, Ricardo José Pinheiro Gomes, esposo da secretária de Governo, além das duas irmãs de Ricardo, Marília Pinheiro Gomes Barreto, que é diretora técnica de Atenção Básica, e Suzane Pinheiro Gomes Barreto, atual coordenadora do Programa Bolsa Família.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário