Novidades

Diretor despista sobre Jorginho e diz que Bahia conversa com vários treinadores

Como era esperado, o diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri, foi bombardeado por perguntas sobre Jorginho na entrevista coletiva da tarde desta quarta-feira (31), no Fazendão. O dirigente não só evitou falar do nome do técnico como afirmou que não negocia em uma única frente para achar o novo comandante do Esquadrão.

“Eu tenho contato com muita gente. Entro em contato com atletas, agentes e com treinadores para ouvir a linha de trabalho deles, metodologia, para saber o que sabe sobre o clube. Sempre fazemos essa consulta antes de nos reunir e depois fechar a contratação", disse Cerri. No entanto, segundo o CORREIO apurou, as negociações com Jorginho estão próximas de um desfecho positivo.

O diretor também não quis dar um prazo para anunciar o novo treinador. Segundo ele, a procura seguirá normalmente. O próximo duelo é apenas na segunda-feira, dia 5 de junho, contra o Atlético-GO, na Fonte Nova.

“Se vier a tempo de participar do treino e liderar, ele será o treinador no jogo. Senão, temos confiança em Preto. É um cara que está no clube, mantém a linha de trabalho que vinha sendo feito. Estamos tranquilos. Vamos ver se ele (novo treinador) chega em tempo hábil”, afirmou.

Guto Ferreira esteve na manhã desta quarta-feira no Fazendão para se despedir do elenco e dos funcionários. Com ele, foram embora os auxiliares Alexandre Faganello e André Luiz; o preparador físico Juninho e o coach Gustavo Evangelista. Segundo Cerri, o tricolor agora procura, além do técnico, apenas um auxiliar e um preparador.

Multa ainda não foi paga
Diego Cerri deu a entender que a multa para a saída de Guto – de cerca de R$ 600 mil – ainda não foi paga pelo Internacional. “É uma parte jurídica que os advogados dos clubes estão trabalhando em cima disso. Vamos aguardar o desfecho. As condições foram bem claras e não tem muito para onde correr”, comentou.



*Correio da Bahia

Nenhum comentário