Novidades

Estação de Transbordo de Pirajá será aberta no dia 1º de julho

Devido à consolidação do Bilhete Único, realidade na rotina de 1.176.782 soteropolitanos, a Prefeitura vai abrir a Estação da Transbordo de Pirajá a partir do primeiro dia de julho.

A partir disso, a integração se dará somente através do Bilhete Único, que pode ser adquirido gratuitamente pelos usuários do transporte público. O terminal de Pirajá funcionará nos moldes iguais ao da Estação da Lapa.

Para fazer a integração com outro ônibus ou modal de transporte na estação de Pirajá, cujo acesso não será mais cobrado, a exemplo do que ocorre na Lapa, o cidadão terá que utilizar o Bilhete Único. Vale ressaltar que, por mês, o sistema de transporte público realiza cerca de 25 milhões de viagens. Desse total, 4,1 milhões são de integração.

“As pessoas estão cada vez mais utilizando o Bilhete Único para pegar um segundo ônibus sem pagar nada mais, o que facilita muito a vida das pessoas. Queremos estimular ainda mais isso”, afirma o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota. Ele explica que a Estação de Transbordo de Pirajá recebe, em média, 300 mil pessoas por dia. O equipamento é de responsabilidade da CCR Metrô, só que toda a operacionalização das linhas é feita pela da Prefeitura.

Os interessados podem adquirir o cartão em dos 172 pontos credenciados ou em um dos cinco postos do SalvadorCard, localizados no Comércio, Shopping da Gente, Lapa, Cajazeiras e Estação Pirajá, além das dez Prefeituras-Bairro. A lista de todos os locais está no site www.salvadorcard.com.br. O cartão é gratuito, mas é preciso carregá-lo, pela primeira vez, no valor mínimo equivalente a duas passagens de ônibus, que já ficam disponibilizados para uso pelos passageiros.

Para garantir o acesso fácil ao Bilhete Único, a Prefeitura ampliou os pontos de entrega e de recarga. Até 2013, a população era obrigada a enfrentar longas filas nos únicos três pontos do SalvadorCard existentes até então (Comércio, Lapa e Iguatemi). Com as mudanças, o objetivo é universalizar o serviço. Através da expansão do sistema, é possível recarregar o cartão de casa ou em locais próximos à residência.




*Radar da Bahia

Nenhum comentário