Novidades

Torcida recebe Vitória com chuva de pipocas após goleada

O Vitória foi recebido em Salvador na tarde desta segunda-feira (26) sob protestos e chuva de pipocas em retornar de Curitiba, onde foi goleado pelo Atlético-PR por 4x1 no domingo. Com o resultado, o Leão continuou na zona de rebaixamento da Série A, com oito pontos.

Cerca de 40 torcedores, a maioria integrante de uma torcida organizada, foram ao aeroporto às 16h. Apesar de pequeno, o grupo estava enfurecido: colocou dedo na cara dos jogadores, xingou, estapeou o ônibus que levaria os atletas e ameaçou com o já conhecido “ou joga por amor ou joga por terror”.
Autor de três dos nove gols marcados pelo rubro-negro na Série A, o atacante Kieza foi um dos principais alvos do grupo. Quando o camisa 9 passou, cabisbaixo, em direção ao ônibus, alguns torcedores atiraram pipocas nele, aos gritos de “Kieza, seu pipoqueiro, eu tô sabendo que você só quer dinheiro”.

O zagueiro Fred, autor do único gol na derrota para o Atlético-PR, mas protagonista de falhas nas últimas partidas, também, foi hostilizado: “ô Fred, vá se f*, o meu Vitória não precisa de você”. A torcida também pediu a saída do presidente Ivã de Almeida, dizendo ser o líder de uma “diretoria de segunda”.
Num dos momentos mais tensos, o goleiro Caíque desceu do ônibus, onde já havia entrado, contrariando o pedido dos policiais que faziam a segurança do local. Alguns torcedores, então, partiram para cima do atleta, que não reagiu e entrou correndo num carro que o esperava – provavelmente de um amigo.

Como se não bastasse o momento ruim que vive o Vitória, está será uma semana importante para o Leão. No domingo, às 16h, encara o primeiro Ba-Vi desta Série A, no Barradão. O time volta a treinar apenas na quarta-feira (28), às 9h.


*Correio da Bahia

Nenhum comentário