Novidades

Em decisão desta terça, TRF mantém prisão domiciliar a Geddel Vieira Lima



O Tribunal Regional Federal da 1ª Turma manteve o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) em prisão domiciliar, nesta terça-feira (18). A decisão do desembargador Ney Bello foi acompanhada pelos juízes substitutos Guilherme Mendonça Doehler e George Ribeiro da Silva.
Os três desembargadores que compõem a 3ª Turma entenderam que o encarceramento era “desproporcional” à suspeitada levantada pelo Ministério Público, de que Geddel estaria pressionando Lúcio Funaro, por meio de sua mulher, Raquel Pitta, a não delatar.
Vale lembrar que Geddel está proibido de entrar em contato com outros investigados e seus familiares, ele será monitorado pela Polícia Federal por tornozeleira eletrônica, que ainda não está disponível na Bahia.
“Vamos prender alguém para que não use o telefone, sendo que tinha o direito de fazê-lo? Até mesmo a domiciliar é um canhão para matar um mosquito. Ela sofre de proporcionalidade. Estou tirando o direito de ir e vir, para que ele não ligue para seis ou oito pessoas?”, afirmou no julgamento.


*Varela Notícias

Nenhum comentário