Novidades

Espera por ônibus chega a quase duas horas na volta para Simões Filho

Quase duas horas. Esta é a duração média de uma viagem de Salvador a Feira de Santana (a 108 km da capital). Este também é o tempo que o Zelador Renato Santos Souza, 42 anos, morador do bairro Barreiro, em Simões Filho, espera para conseguir pegar um ônibus para voltar para casa. Todos os dias, a partir das 17h, pegar ônibus também é rotina para muitos simõesfilhenses que saem do trabalho e tentam retornar para a cidade.

“A Expresso Metropolitano que faz a linha Simões Filho x Itaigara (via Paralela) está fazendo os seus usuários de cachorro. Em horário de pico, as cinco horas da tarde, ao invés de colocar carros para rodar, esses empresários reduziram as frotas de ônibus – eu estou injuriado – dependo desse transporte todos os dias para ir trabalhar e voltar para casa”, afirma Renato.

A realidade de Renato não é um fato isolado. Esperar por um transporte coletivo já virou rotina para grande parte população que reside em Simões Filho. A escassez de coletivos da Empresa Expresso Metropolitano tem prejudicado os passageiros que são obrigados a embarcar em coletivos superlotados depois de um dia inteiro de trabalho.

A Linha que Renato se refere – Simões Filho x Itaigara (via Paralela), recentemente passou a fazer integração com o metrô na Estação Imbuí. Com mudança no itinerário, o retorno do ônibus passou a ser no viaduto do CAB.


*Simões Filho Online

Nenhum comentário