Novidades

Vitória fará reunião hoje à noite para definir futuro do futebol; destino de Gallo será discutido

Um dia após o pedido de afastamento do presidente Ivã de Almeida, o clima no Barradão foi de silêncio, mistério e olhares atentos. Pouco antes do treino começar, jornalistas tiveram que deixar a sala de imprensa, que acolheu uma reunião com o vice-presidente Agenor Gordilho, o diretor de futebol Petkovic, o presidente do Conselho Deliberativo Paulo Catharino, além do técnico Alexandre Gallo e todo o elenco rubro-negro.

Depois, a programação seguiu. No campo principal do Barradão, o time sub-20 do Leão empatou com o Cruzeiro em 2x2. Na Toca do Leão, o time se dividiu entre academia para quem encarou o Grêmio e campo para os demais atletas. No prédio administrativo, mais conversas.

A reunião mais importante do dia aconteceu à noite. Para tomar decisões que vão guiar o Vitória daqui por diante, Agenor Gordilho convidou alguns membros do Conselho Deliberativo, como o Paulo Catharino, Albérico Mascarenhas e José Rocha, que é deputado, estava em Brasília e se deslocou exclusivamente para participar dessa reunião. 

O deputado confirmou presença no encontro e confirmou que o tema principal do encontro será o futebol, definido por ele como um dos setores com maior problema no clube atualmente. “O Vitória precisa fazer uma reestruturação radical na área do futebol, o mais rápido possível. O time precisa sair da zona de rebaixamento. O foco principal é sair dessa situação e ver o Vitória na primeira divisão. A gente não pode ser rebaixado”, disse ao CORREIO.

Alguns dos temas em pauta são a reavaliação de contratos com atletas, contratações e a permanência ou não do técnico Alexandre Gallo.

Na opinião de José Rocha, o treinador é o menor dos problemas. “Nós temos que avaliar os jogadores, ver o que precisa para contratar, o que precisa mudar no time. Não vejo como uma coisa de ordem técnica. Trocou (Argel) Fucks e não adiantou. Depois veio Gallo e também não está resolvendo. A questão não é o técnico. Você pode trazer cinco, que eles vão encontrar esse mesmo time aí e não vai mudar nada”, avaliou ele, que prometeu prestar todo apoio necessário a Agenor e ao Vitória para atravessar esse momento conturbado.

“Eu vou ficar por perto, sim. Eu sempre estive. Sempre procurei das minhas opiniões, minhas sugestões. Eu nunca me afastei do Vitória”, concluiu o conselheiro.

Após a reunião com os atletas, Agenor Gordilho confirmou de forma breve que Petkovic seguirá na função de diretor de futebol, mas não quis estender o assunto e não garantiu a continuidade de Alexandre Gallo no cargo. O treinador chegou no Leão no começo de junho.

Na sexta-feira (21), às 14h, haverá um pronunciamento de Agenor Gordilho na Toca do Leão.


*Correio da Bahia

Nenhum comentário