Novidades

Após quebra-quebra, show de Alinne Rosa é cancelado em Salvador: ‘peço mil desculpas’; veja vídeo

Fãs da cantora Alinne Rosa e da diva Lorena Simpson viveram momentos de tensão e decepção na madrugada deste domingo (20) em Salvador. As apresentações delas, que aconteceriam durante a festa Victoria no Cais Dourado, foram canceladas depois que parte do público invadiu a casa de shows e promoveu um quebra-quebra das estruturas do palco e internas da casa de espetáculo.
A confusão, segundo pessoas que estavam na festa relataram ao Me Salte, começou por falta de organização no acesso à festa. “Não tinha separação de pista e camarote. Era muito confuso. Teve tumulto e o povo invadiu. Eu estava dançando e quando vi já foi a confusão. A música parou e o povo começou a quebrar as coisas dentro”, afirmou o estudante Paulo Oliveira.
Até o DJ que tocava no momento foi atingido por uma garrafa de água. “Nunca vi uma festa dessas tão desorganizada. Acabou a cerveja por volta de 1h e o povo começou a pegar água sem pagar.Invadiram o bar. Foi uma confusão. Ficou tudo no chão. Foi um barraco. Acabaram as pulseiras da festas e tiveram que liberar as pessoas sem pulseira. Ficou tudo misturado de pista e camarote”, explicou o publicitário Vitor Novaes.
Como as pulseiras acabaram a produção liberou o acesso de todas as pessoas, o que gerou o tumulto. Cerca de 1,5 mil pessoas estavam no local no momento da confusão.
Veja vídeo da confusão

Os ingressos para pista foram vendidos por R$ 35. Já os acessos para o camarote open bar, custaram R$ 80, com consumo de cerveja, vodka, catuaba, energético, refrigerante e água, das 23h às 5h. “Quando deu uma hora da manhã não tinha mais cerveja numa festa que era open bar. Quando começou o quebra-quebra eu sai correndo. Saiu todo mundo correndo e algumas pessoas continuaram a quebrar as coisas”, relata uma fonte que prefere não se identificar.
Pelo seu instagram, Alinne relatou que decidiu não fazer o show por questões de segurança. “São 3h3O e eu fiquei até agora aqui no local do show em Salvador, no Cais Dourado, esperando ver o que ia acontecer, mas por falta de segurança a gente não vai subir no palco. Minha banda está saindo daqui agora também. Até o último momento a produção local tentou se organizar mas a festa estava muito desorganizada. Infelizmente estava colcoando em risco a mim, a banda e ao píublico”, afirmou.
A baiana pediu desculpas ao fãs. “Peço desculpas imensamente a todos meus fãs. Eu tô muito puta porque eu estava muito a fim de fazer esse show. Por motivo de segurança me pediram para não subir no palco. Eu peço desculpas e digo que estou muito chateada com tudo que aconteceu. O motivo está fora do nosso alcance. Tem duas horas que estou aqui esperando a situação se resolver, mas não se resolveu. Peço mil desculpas”, argumentou Alinne.
Também pelas redes sociais, a cantora Lorena Simpson pediu desculpas e prometeu voltar. “Infelizmente, ocorreram uns imprevistos com a equipe da festa e nem o meu show, nem o de Alinne vão rolar. Espero voltar em breve na cidade para fazer um ‘showzão’ para vocês e espero que Alinne esteja comigo para a gente ‘lacrar’ tudinho”, postou.
A Polícia Militar informou que não houve registro formal de nenhuma ocorrência.
A JB Produções e Eventos, que era responsável pela festa, lamentou o ocorrido, e informou através de nota de esclarecimento enviada ao Me Salte que fará o ressarcimento dos valores dos ingressos. Veja abaixo a nota na íntegra:
“A JB Produções e Eventos vem através desta informar que lamenta o ocorrido e reconhece as falhas.
O público que adquiriu os ingressos serão ressarcidos, mediante comprovação do pagamento. Com brevidade iremos sanar todos.
O público pode entrar em contato através do (71) 99244-5878, jbproducoesbahia@gmail.com ou através das nossas redes sociais.”

*Correio da Bahia

Nenhum comentário