Novidades

Mulher que inventou ter sido estuprada é condenada a 10 anos de prisão

Jemma Beale foi condenada a 10 anos de prisão por inventar ter sido estuprada por nove homens. A condenação, por perjúrio e distorção do curso da Justiça, saiu no início do ano. Só agora a pena foi proferida, informou o "Metro".

A mulher, de 25 anos, alegava ter sido vítima de estupro coletivo em um pub de Middlesex (Inglaterra), em novembro de 2010. Um dos acusados, Mahan Cassim, foi detido em agosto de 2012 e condenado a 7 anos de prisão pelo "crime". Segundo Jemma, ele já a violentara na noite anterior.

Um outro supostamente envolvido no caso, Noam Shazad, fugiu do país. Os outros envolvidos não foram formalmente indiciados, mas permaneceram no radar da polícia.

Inicialmente, em tribunal de Isleworth (Inglaterra), Jemma alegou ter sido vítima de violência sexual por ser lésbica.

Detetives da Metropolitan Police resolveram reabrir o caso após Jemma novamente alegar ter sido estuprada por um grupo de homens, em setembro de 2013. Uma namorada de Jemma disse suspeitar que a companheira havia inventado as histórias de violência sexual. Depoimentos de Jemma apontavam contradições. De vítima a ré, a inglesa confessou ter fabricado as histórias.

Os motivos de Jemma não foram esclarecidos.




*IBahia

Nenhum comentário