Novidades

Ex-assessora repudia declarações do vereador Orlando de Amadeu

Um áudio que circulou no último sábado (16) no grupo de WhatsApp "Vozes de Simões Filho" pelo vereador Orlando de Amadeu (PSDB), causou o maior buxixo na cidade de Simões Filho. 

No áudio o parlamentar citava o nome da Jornalista e Ex-assessora de Comunicação da Prefeitura de Simões Filho Geórgea Alves. 

Nas últimas horas a jornalista divulgou uma Nota de Esclarecimento, repudiando o fato.

Confira a nota na íntegra:

Em resposta ao áudio postado no último sábado (16/09), no grupo de WhatsApp "VOZES DE SIMOES FILHO" pelo Vereador Orlando de Amadeu, segue abaixo:

Me assusto com a mentalidade atrasada e doentia de alguns homens (ainda mais tratando-se de um “Vereador”que é o representante do povo), que não respeitam as mulheres e suas vitórias cotidianas.

Fui Assessora de Comunicação da Prefeitura Municipal de Simões Filho, no período de 2013-2016, chegando a esse posto por um convite do Ex-Prefeito, por conhecer minha trajetória profissional e por saber que preenchia os requisitos exigidos para a vaga. Formada em Jornalismo pela Faculdade Unibahia em 2011, com diversos cursos na área, desenvolvi meu trabalho com profissionalismo, seriedade e responsabilidade exigida por essa respeitável função.
Como jornalista, jurei lutar e andar nos princípios da verdade e justiça, assim sendo, não aceito e jamais aceitarei, que minha competência e capacidade seja julgada sob a luz da ignorância do machismo que tanto assola e atormenta ainda nossa sociedade. SIM, fui a primeira MULHER a ocupar esse cargo, e fiz isso com muito orgulho e zelo, pois sabia dos desafios que passaria para estar ali. 

O que me causa tristeza é passar pelo constrangimento de escutar uma declaração em áudio, de um Vereador em Rede Social, que ataca não só a minha dignidade, mas sim, de toda uma sociedade representada por esse, no parlamento de nosso município.
A declaração desse Parlamentar, atenta contra a luta de milhares de mulheres simõesfillhenses por igualdade e respeito numa sociedade ainda tão desigual.

Como MULHER e JORNALISTA, jamais poderia me calar diante de uma atitude tão desrespeitosa, criminosa e preconceituosa. Utilizarei os meios cabíveis em busca de JUSTIÇA, não só por mim, mas, também por todas as mulheres que sofrem com o machismo todos os dias.

Geórgea Alves
Jornalista




Por Ataíde Barbosa






Nenhum comentário