Novidades

No seu retorno à Papuda, Geddel reencontra mesmos companheiros de cela

No seu retorno ao Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) pode rever os mesmos companheiros de cela da primeira vez em que esteve preso no local.

O peemedebista foi preso na última sexta-feira, dia 8, após Polícia Federal (PF) descobrir um "bunker", na capital baiana, onde estavam guardados R$ 51 milhões em dinheiro.

A PF identificou nas notas impressões digitais do ex-ministro e de seu ex-assessor Gustavo Ferraz, também detido.

Geddel chegou à Papuda no fim da tarde da última sexta-feira, dois meses depois da primeira vez, quando foi preso por obstrução de Justiça no dia 3 de julho.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do DF, o baiano divide cela com nove presos, exatamente os mesmos da outra vez. Ainda segundo o órgão, a capacidade da cela é para 12 pessoas, com quatro treliches.
No recinto, há apenas chuveiro frio no local e um espaço para necessidades fisiológicas.

Geddel está no mesmo presídio de Lucio Bolonha Funaro, pessoa que foi determinante para a decisão da Justiça da primeira prisão do peemedebista.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário