Novidades

SIMÕES FILHO: Comércio tem baixa expectativa para as vendas de fim de ano


Difícil virar o ano sem comprar nada. Mesmo com crise financeira, os presentes de Natal são considerados indispensáveis por muita gente. Ainda assim, a expectativa de venda para esse fim de ano dos comerciantes de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), é negativa. O motivo é a instabilidade econômica e política do país. Os lojistas temem que, impactado pela crise na República, o consumidor compre menos no fim do ano.

De acordo com os comerciantes, diferente do ano passado, mesmo quando a crise financeira já começava a se apresentar, neste ano as vendas estão muito fracas e ainda não há previsão para uma melhora nesse setor. Considerando que este período geralmente é muito oportuno para alavancar as vendas, a proprietária da loja de confecções ‘Xarmomix’, Maria de Fátima, 61 anos,  mostrou-se bastante preocupada e muito desanimada com baixo movimento.  Para fim do ano, nós ainda não temos previsão. As vendas estão muito baixas, os clientes não estão comprando. A economia do país aparentemente está melhorando, mas não tem nada bom, está tudo difícil e tudo ruim”, disse ao Simões Filho Online.

Ainda de acordo com a comerciante, atualmente o quadro de funcionários está composto por 3 vendedores e,  não há previsão de contratação temporária.
Estaremos recebendo currículo e analisando. Caso tenhamos uma melhora, estaremos selecionando algumas pessoas, para contratarmos. Mas, do jeito que está, não há condições para realizar nenhuma contratação“, afirmou.

 O gerente da loja Bizu Jeans, Paulo Sérgio, 48 anos, até utiliza algumas maneiras para tentar chamar atenção dos clientes, expondo um  mix de produtos com valores mais acessíveis, mas isso não tem sido suficiente para alcançar seu objetivo. “Esse ano está devagar, estamos nessa batalha alguns meses. Um fator que contribui muito para isso, é  por ser um ano de crise, de muita dificuldade no comercio, sem dúvida tem afetado a todos nós que trabalhamos nessa área. Este ano tem sido o mais fraco em relação aos anteriores e ainda não vejo previsão de melhoria”,ressaltou.

Paulo também descarta no momento, a possibilidade de contratação para cargo temporário. “A própria empresa que verifica a quantidade de pessoas para contratação. No momento temos 6 funcionários, mas ainda não temos autorização para o recebimento dos currículos por não haver expectativa de melhoria no movimento, concluiu.

Simões Filho Online entrou em contato com a Associação Comercial e Empresarial de Simões Filho – ACOSIF. O órgão informou que vai realizar mais uma importante campanha para movimentar o comércio local. A nova promoção vai envolver empresas que oferecerão descontos especiais em produtos e serviços. As empresas participantes estarão devidamente identificadas. “Nós estamos finalizando a montagem do plano de campanha e vamos lança uma promoção em breve”, informou.


*Simões Filho Online


Nenhum comentário