Novidades

Radar Notícias: Cardiologista alerta para doenças do coração: "As pessoas estão ligadas 24h"


Na manhã desta segunda-feira (27), o programa Radar Notícias, na Rádio Transamérica FM recebeu o médico Cardiologista José Antônio Almeida. Durante o bate papo com os apresentadores Manuel Gomes e Michely Santana, o especialista falou sobre as doenças que mais afetam o coração e quais são as formas de prevenção.

Uma pesquisa recente revelou que no brasil, uma pessoa morre a cada dois minutos por conta de doenças do coração. As doenças cardíacas matam mais que o câncer. São 350 mil mortes a cada ano, causadas pelos três maiores problemas cardiovasculares — infarto, AVC e insuficiência cardíaca. De acordo com o cardiologista José Antônio Almeida, os riscos realmente são maiores para quem tem casos de problemas cardíacos na família: parentes de primeiro grau têm 50% de chances de também ter problemas cardiovasculares. Outros fatores que contribui e muito são hipertensão e diabetes. “A Bahia e o Nordeste são campeões quando o assunto é infarto”, revelou.

A obesidade pode ser fatal para o coração segundo o cardiologista. “A obesidade leva a outros problemas como a diabetes, o aumento da homocisteína e a hipertensão arterial. Esse conjunto de fatores somados, aumentam consideravelmente as chances de o indivíduo ter infarto do miocárdio”, alertou José Antônio Almeida. Por isso além dos fatores genéticos, os hábitos de vida influenciam enormemente quando o assunto é coração. Para José Antônio, a adoção de um estilo de vida mais saudável é essencial.

O cardiologista também fez um alerta ao estilo de vida da população atual. “Um outro fator que não tem sido muito valorizado é o fator emocional. As pessoas estão cada vez mais ligadas 24h por dia, seja no computador, seja no celular. As pessoas não param. E eu já vi casos onde esse estilo de vida leva à síndrome do pânico, onde o coração dispara e a pessoa tem a sensação que vai morrer. Esse tipo de paciente tem uma chance muito grande de sofrer arritmia cardíaca”, alertou o doutor José Antônio.

Quando perguntado sobre o uso dos termogênicos, que são substâncias queimadoras de gorduras, muito utilizada pela população nos dias atuais, principalmente os frequentadores de academias, o médico também fez uma alerta. “Os termogênicos provocam vaso dilação. Gerando calor dentro do corpo. E isso associado a exercícios físicos pode desenvolver arritmias também. Termogênico é um remédio e todo remédio é droga e tem efeitos colaterais, alertou o cardiologista.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário