Grávida assassinada em Serrinha não percebeu que seria morta, diz marido


A jovem que foi assassinada no município de Serrinha, interior da Bahia, não percebeu que o crime iria acontecer. Pelo menos foi o que contou o marido dela e suspeito do crime, em depoimento à polícia nesta semana.

Segundo informações do G1, o delegado Hildebrando Silva afirmou que o acusado disse que ela não havia visto que seria morta e que, ao vê-la no chão, não teve coragem de atirar.

Em depoimento, o marido da vítima confessou o crime e disse que decidiu matá-la após encontrar mensagens no WhatsApp de Daiane Reis Mota, de 25 anos. A mulher estava grávida e o parto havia sido marcado para a segunda-feira (18), o corpo da jovem foi encontrado no domingo (17). O bebê não sobreviveu.


*Varela Notícias

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.