Homicídios no Brasil mataram mais do que guerras na Síria e Iraque

Um levantamento realizado pelo jornal O Globo revela que os assassinatos no Brasil entre 2001 e 2015 tiraram a vida de mais pessoas no país do que o somatório de mortes ocorridas nas guerras do Iraque e da Síria.
De acordo com informações do Datasus, plataforma do Sistema Único de Saúde, ligado ao Ministério da Saúde, 786.870 pessoas foram assassinadas no Brasil entre janeiro de 2001 e dezembro de 2015, o que corresponde a uma morte a cada dez minutos, informou a publicação.
A título de comparação, 331.765 mortes foram registradas na Síria entre março de 2011 e julho de 2017, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos. Já o projeto Iraq Body Count (Contagem de Mortos no Iraque, em tradução livre) mostra que 268 pessoas morreram no Iraque entre 2003 e 2017. Somadas as suas guerras, 570.573 pessoas perderam a vida nos dois países que vivem conflitos internos.
Nem mesmo o terrorismo global matou mais do que os assassinatos no Brasil: o projeto Global Terrorism Database contabiliza 238.808 mortes decorrentes de atentados entre 2001 e 2016.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.