BANHO DE SANGUE: Confira como foi o feriadão prolongado em Simões Filho

Um feriadão prolongado de Carnaval onde a maioria das pessoas curtiram e meteram muita dança durante a festa momesca. A população da cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador viveram dias de cão. 

Homicídios e latrocínio, fizeram parte do feriadão prolongado no município localizado há 22 km de salvador. 

Confira o balanço da violência neste período em Simões Filho: 

Sexta-feira (9/2)
* O idoso Marcos Cézar Martins Santos de 60 anos, foi amarrado, torturado e morto a tiros na Avenida Camaçari.

Sábado (10/2)

* O borracheiro Josemar Ferreira de Almeida, 42 anos, foi morto a tiros na Avenida Centenária, no centro de Simões Filho, durante um latrocínio (roubo seguido de morte). Mesmo entregando o celular a vitima foi baleada pelos assaltantes que fugiram do local.


Josemar chegou a ser socorrido por populares para o Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF), mas não resistiu.


* Na mesma noite a Polícia registrou um outro homicídio, desta feita no Loteamento Jardim Renatão, onde Henrique Conceição Souza, 27 anos, foi morto a tiros.


Domingo (11/2)

* Foi enterrado no Cemitério São Miguel de Cotegipe, o corpo do borracheiro Josemar Ferreira de Almeida de 42 anos, vitima de latrocínio (roubo seguido de morte), na Avenida Centenária, centro de Simões Filho.

Terça-feira (13/2)

* O corpo do vendedor Joelson Estanislau dos Santos Junior, 22 anos, conhecido como Junior, foi enterrado em Simões Filho. Ele estava desaparecido desde o último dia 8/2 em companhia do amigo Pedro Henrique Luz Nunes, 20 anos. 


* Na mesma noite três pessoas foram mortas e uma criança ficou ferida, após invasão a uma residência. 

Entenda o caso:


Três pessoas mortas e uma criança ferida foi o saldo de uma noite de rajadas de tiro, pânico e muito terror na cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador. 

A barbárie aconteceu no distrito de Pitanga de Palmares, na zona rural da cidade, quando homens fortemente armados invadiram uma residência e efetuaram vários disparos. 

Na 'chuva de balas' três pessoas foram mortas e uma criança de 5 anos ficou ferida. Cerca de 10 homens arrombaram a porta da casa localizada na Rua J. Simões e assassinaram Jaime Cardoso dos Santos, 46 anos, Jozilene Santos Ferreira, 25 anos e Erivaldo dos Santos, 41 anos, pai da criança que também foi baleada. Este último chegou a ser socorrido ao Hospital Geral de Camaçari (HGC), mas acabou não resistindo e morreu. 

A menina, identificada como Luciana dos Santos, 5 anos, foi atingida por um dos disparos, mas a mesma conseguiu correr e saiu da casa para pedir socorro aos parentes próximos. Ela chamava desorientadamente pela mãe e pelo pai que faleceram.

O crime aconteceu por volta das 22h.

Os corpos foram conduzios para o Instituto Médico Legal (IML). O triplo homicídio será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com o apoio da 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho.



Por Ataíde Barbosa







Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.