Custo da cesta básica sobe em 20 capitais, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgou que o custo da cesta básica composta por alimentos essenciais aumentou em 20 capitais brasileiras neste ano de 2018.

De acordo com a pesquisa foram registradas altas mais expressivas em João Pessoa (11,91%), Brasília (9,67%), Natal (8,85%), Vitória (8,45%) e Recife (7,32%).  Enquanto Goiânia (0,42%) e Manaus (2,59%) registraram menores taxas de aumento.

Ainda conforme o Dieese a cesta básica mais cara foi a de Porto Alegre (R$ 446,69), acompanhada pela do Rio de Janeiro (R$ 443,81) e São Paulo (R$ 439,20). Salvador (R$ 333,98) e Aracaju (R$ 349,97) foram as capitais com menor aumento nos valores médios da cesta básica.

Na comparação de janeiro de 2017 a janeiro de 2018, 14 cidades apresentaram queda, com destaque para Manaus (-9,93%), Belém (-9,70%) e Salvador (-7,16%). Os aumentos mais expressivas aconteceram em Natal (3,11%) e Recife (2,90%).

O valor do tomate teve alta em todas as cidades, por conta da redução da área plantada e das chuvas. As taxas variaram de 6,94% em Goiânia a 94,03% em João Pessoa. Em 12 meses, todas as cidades tiveram alta, que variou entre 8,63% em Belém, e 104,28% em Curitiba.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.