Novidades

INSS sem sair de casa: saiba como acessar serviços pela internet

Com cada vez mais dificuldade para conseguir atender com qualidade os segurados nas agências, o INSS tem investido na internet para conseguir dar vazão à demanda por serviços, cada vez mais crescente no país. Porém, o mundo digital pode ser uma barreira para alguns beneficiários, em especial os com idade mais avançada que não têm familiaridade com a internet.

Para facilitar a vida do segurado, o GLOBO mostra os serviços do INSS que já estão disponíveis pela internet, e ensina como emitir documentos simples, ou até mesmo acelerar o pedido de aposentadoria usando as ferramentas online.

Uma dos serviços importantes do portal meu.inss.gov.br é a possibilidade de o segurado enviar pela internet os documentos necessários para fazer o pedido de aposentadoria. O serviço só fica disponível para o beneficiário que já agendou o atendimento em uma agência. Assim, é possível, em seguida, enviar a cópia digitalizada , para que tudo seja analisado antecipadamente, antes mesmo de o segurado comparecer ao posto.

Essa modernização, que pode diminuir a espera por uma data de agendamento — que no Rio já chegou a sete meses —, faz parte do projeto INSS Digital: o novo modelo transforma a tramitação de processos em papel para o modo digital, tornando mais ágil a análise dos requerimentos.


APOSENTADORIA JÁ É AUTOMÁTICA
Neste mês, o INSS começou a notificar cerca de 200 mil segurados com direito à aposentadoria por tempo de contribuição — 35 anos de recolhimento para homens, e 30, para mulheres — avisando que é possível conseguir a aposentadoria, de forma automática, pela internet.


Para aceitar a aposentadoria, o INSS disponibilizará, na internet (meu.inss.gov.br), todas as informações relacionadas ao benefício, sem a necessidade de o segurado agendar uma data de atendimento, que pode demorar até seis meses, no Rio. No portal, os segurados que receberão a notificação do órgão poderão conferir o tempo de contribuição, a média salarial calculada e o valor final do benefício, para, somente então, aceitar ou não a aposentadoria.

No ano passado, o INSS decidiu facilitar a concessão da aposentadoria por idade — concedida ao trabalhador com mínimo de 180 meses de trabalho, além da idade mínima de 65 anos, se homem, ou 60 anos, se mulher —, para quem já tinha direito ao benefício. Nesse ano, segundo o INSS, cerca de 195 mil segurados, que estão aptos a receber a aposentadoria por idade, conseguirão o benefício automaticamente, e serão notificados pelo INSS ao longo de 2018.

SERVIÇOS MAIS COMUNS DISPONÍVEIS NO SITE

1) Extrato previdenciário (CNIS)
O extrato previdenciário tem como base o Cadastro Nacional de Informações Civis (CNIS), no qual estão registrados as contribuições de empregados de empresas, além de contribuintes individuais, empregados domésticos e facultativos. O extrato é muito procurado por trabalhadores perto da aposentadoria e pelos empregados que precisam saber se a empresa está repassando suas contribuições ao INSS e se os recolhimentos estão corretos.

2) Histórico de crédito de benefício
Esse histórico é usado para comprovar que a pessoa recebe beneficio do INSS e mostra sua renda mensal. Vale para fins legais como abertura de conta em bancos, abertura de crediários, empréstimo consignado, gratuidade no transporte interestadual e programas educacionais, entre outras finalidades.

3) Extrato de empréstimo consignado
Por meio desse extrato é possível conferir todo o histórico de créditos realizados com desconto no benefício previdenciário, além de outras informações, como a margem de consignação atual, valores de parcela e prazo.

4) Carta de concessão
Informa ao segurado todo o histórico de contribuições usado para cálculo do valor da aposentadoria, auxílio-doença ou auxílio.

5) Agendamento
Para esse serviço não é necessário gerar senha. Pelo site o segurado agenda dia e hora para solicitar um benefício ou serviço numa unidade do INSS, o que também pode ser feito pela central telefônica (135). Ele pode enviar cópia de seus documentos diretamente pela internet. Os originais devem ser apresentados no dia agendado.

6) Resultado de perícia
É o documento em que consta se o segurado foi considerado capacitado ou não para o trabalho. Esse serviço se destina às pessoas que solicitaram auxílio-doença e passaram por perícia médica do INSS.

7) Extrato de Imposto de Renda
É utilizado pelos beneficiários do INSS que precisam declarar Imposto de Renda

ENTENDA COMO TER ACESSO AO SERVIÇO ON-LINE
Para fazer o cadastro, é preciso CPF, nome completo, data, local de nascimento e nome da mãe para gerar um código de acesso provisório. Depois, o segurado deve fazer login com a senha provisória. Logo em seguida aparecerá mensagem para criar nova senha.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário