Novidades

Wagner já é considerado sem chances na disputa presidencial

De acordo com informações da Folha de S. Paulo desta terça-feira (27), depois da operação Cartão Vermelho, o ex-governador da Bahia e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner (PT), passou a ser considerado “carta fora do baralho” para alguns petistas para concorrer as eleições em 2018. Antes do escândalo, Wagner era cogitado como o "plano B" de Lula.

Diante deste cenário, de um revés atrás do outro, a cúpula do PT ainda não sabe para que lado vai nas eleições. De acordo com a publicação, não há acordo no partido sobre o que fazer e a desorientação é geral.

Com Wagner indiciado, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, não tem apoio da cúpula para ser o “herdeiro” de Lula, mas a sigla pode ser obrigada a bancar a candidatura dele ou a apoiar um nome de fora, mesmo a contragosto.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário