Novidades

BOMBA! Dono da OAS afirma que se reuniu com Jaques Wagner para tramar golpe na Funcef, diz revista

O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, foi delatado à Procuradoria-geral da República (PGR) pelo dono da empresa OAS, Léo Pinheiro, para, segundo a revista Veja, “tramar um golpe contra os cofres do Fundação dos Economiários Federais (Funcef)”. Ainda segundo a revista Veja, Léo Pinheiro e Jaques Wagner teriam se reunido no Palácio de Ondina, em Salvador, para organizar as tratativas.

As informações da revista apontam que o golpe consistia em “interceder junto ao então presidente da Caixa, Jorge Herada, seu afilhado político, para convencer a Funcef a adquirir uma participação na OAS Empreendimentos”. Posteriormente, Herede assumiu a então Secretaria de Indústria e Comércio (hoje Desenvolvimento Econômico) no governo Rui Costa (PT).

A Funcef autorizou, segundo informações da Veja, em novembro de 2013, a compra de cotas de 500 milhões de reais na subsidiária da OAS. Com o benefício, a OAS despejou propina na conta do governador petista.

*Radar da Bahia

Nenhum comentário