Novidades

"Precisamos de uma força tarefa em Simões Filho", declara Drº Euvaldo Costa

Drº Euvaldo Costa - Delegado no município de Mata de São João foi o entrevistado na bancada do Programa Panorama de Notícias, na manhã desta segunda-feira (19), na 87.9 Simões Filho FM. 

O tema segurança pública foi o principal assunto abordado com o delegado. 

INSTITUIÇÕES
"As instituições estão falidas inclusive as religiosas estão comprometidas com argumentos que não atribuem com o fato da segurança. Precisamos dar uma pausa e começar a analisar onde erramos e o que precisa ser feito para que essa situação seja resolvida. Fico muito preocupado quando se faz uma pergunta e se tem muitas respostas certas, precisamos sentar e avaliar realmente esse momento em que vive o nosso pais e também em Simões Filho", pontuou. 

CASO MARIELLE
"Na questão de Marielle ela se dedicou nos conflitos sociais, eu acho o trabalho que ela fazia muito interessante, mas houve um equivoco na proteção aos Direitos Humanos. Ela realmente se preocupava com negros, jovens que estavam a mercê e entendo que temos que lutar com os Direitos Humanos antes que os jovens entrem na criminalidade" afirmou. 

SIMÕES FILHO
"Sempre que estou de folga eu gosto muito de andar no Centro Industrial de Aratú (CIA) e converso comigo mesmo que neste lugar deveria ser o centro urbano da cidade do município. Simões Filho teve a infelicidade de ser situada no quintal de Salvador, eu moro em Simões Filho e tenho esse sentimento por ser simõesfilhense. O fato da nossa sociedade ser pobre no sentido econômico contribui para que a violência chegue em nossa cidade e estes aspectos nunca foram trabalhados. Tem jeito para a criminalidade em Simões Filho sim, sei que não é fácil, precisamos de uma força tarefa em Simões Filho, é necessário que os processos sejam julgados e que as pessoas sejam condenadas em Simões Filho. Eu sei que o quadro de policiais em Simões Filho é pequeno, o Major Dias meu amigo, estamos sempre juntos e sei que ele tem se desdobrado no comando da 22ª CIPM de Simões Filho", afirmou. 




Por Ataíde Barbosa







Nenhum comentário