Novidades

STJ: Relatores negam habeas corpus e votam pela prisão de Lula após 2ª instância

Os  ministros e relatores  Felix Fischer e  Jorge Mussi do processo da Operação Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça  (STJ),votaram pela rejeição do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para evitar que ele seja preso.

Julgamento segue até o final da tarde desta terça-feira (6), faltam 3 votos.

“Como já delineado na decisão que negou o pedido de liminar […] não há como se vislumbrar o fundado receio de ilegal constrangimento e a possibilidade de imediata prisão não parecem presentes”, declarou Felix Fischer.

O ministro fez questão de citar também os casos de julgamentos em Turmas de Supremo em que o princípio da presunção de inocência não invalidou a execução da pena. O habeas corpus levado ao Superior Tribunal de Justiça é um pedido preventivo para que a prisão  seja  indeferida. 


*Radar da Bahia

Nenhum comentário