Novidades

Dono de prostíbulo promete prêmio para quem matar Lula

O empresário Oscar Maroni, proprietário do Bahamas Club, prostíbulo de luxo em São Paulo, está prometendo premiações para quem matar o ex-presidente Lula em Curitiba, quando for preso.


Em vídeo que circula pelas redes sociais, Oscar Maroni prometia cerveja de graça até a meia noite deste sábado (7) se o Lula fosse preso. Mas, se fosse morto dentro da cadeia “aí é cerveja de graça o mês todo”.

Maroni já foi preso três vezes, acusado pelos crimes de formação de quadrilha, exploração e prostituição. As prisões ocorreram em 1998, 2004 e a mais recente em 2007. Em 2011, foi condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de favorecimento à prostituição e manutenção de local destinado a encontros libidinosos.

Após a proposta do empresário, o Movimento Brasil Livre (MBL) convocou que todas as pessoas ligadas ao movimento sigam para o prostíbulo a fim de comemorar a prisão do ex-presidente.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário