Novidades

ACM Neto anuncia esquema especial nos serviços básicos de Salvador devido a greve dos caminhoneiros

Em função da greve dos caminhoneiros e a consequente crise instalada no setor de abastecimento de combustível em todo o país, os serviços públicos municipais em áreas como transporte, saúde, educação, limpeza, manutenção, fiscalização e defesa civil terão esquema especial de operação para evitar ao máximo uma paralisação dos órgãos públicos municipais. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto em coletiva realizada na tarde de hoje (25), no Hotel Golden Tulip, no Rio Vermelho, onde o chefe do Executivo se reuniu com toda a equipe da gestão para tratar do assunto e também debater o Planejamento Estratégico municipal. 

Em áreas consideradas prioritárias, como transporte e saúde, o prefeito assegurou o funcionamento, mesmo sem ser em 100%, até a próxima quarta-feira (30). Desde hoje, a frota dos ônibus que circulam na cidade foi reduzida a 80% do total nos horários de pico e 40% nos demais, o que vai valer também para segunda, terça e quarta, em se mantendo o movimento grevista dos caminhoneiros. Neste sábado (26), 50% da frota vai circular. E, no domingo (27), a capacidade será de 30%. Podem haver novos ajustes em função da demanda pelo serviço de transporte, que será acompanhada em tempo real pela Secretaria de Mobilidade (Semob). 

Na saúde, a prioridade é o funcionamento pleno do Hospital Municipal e das Unidades de Pronto-Atendimento. Em segundo plano de prioridade estão as unidades básicas de saúde e os Multicentros. O prefeito assegurou que existe reserva de combustível para as ambulâncias do SAMU até a quarta-feira (30). O mutirão de vacinação contra o vírus da gripe, previsto para este sábado (26), está mantido.

"Estamos vendo a possibilidade de conseguir mais combustível diretamente de fornecedores em uma operação que envolve a escolta da Transalvador e da Guarda Municipal. Mas essa possibilidade ainda não é garantida, pois dependeria do resultado efetivo dessa escolta. Conversei hoje com o sindicato dos proprietários de postos de combustíveis e fui informado que até o final de hoje as reservas existentes estarão esgotadas, o que torna a situação ainda mais indefinida", revelou o prefeito.

No setor de limpeza urbana, o planejamento prevê a manutenção da coleta, mas os veículos que circulam pelo CIA-Aeroporto para levar o material recolhido ao aterro sanitário estão tendo dificuldades em função de bloqueios nas vias. Isso poderá provocar atrasos no serviço de limpeza. "Por isso, é importante que as pessoas procurem produzir menos lixo nesse momento. E também fiquem atentas quando passar o caminhão de lixo", disse ACM Neto. 

"Se esse movimento não for suspenso e houver a extensão dessa dificuldade de abastecimento, na segunda vamos ter que divulgar um novo plano operacional. Até segunda, está tudo planejado", acrescentou o prefeito, citando que as aulas estão mantidas ao menos até enquanto os ônibus do transporte público puderem circular, o mesmo valendo para as repartições públicas municipais, com exceção das áreas de manutenção e da Defesa Civil, que atuam mais diretamente na Operação Chuva. "Nesse caso, vamos concentrar as energias e recursos existentes para quando houver emergências", explicou. 

Neste fim de semana, o prefeito e a equipe de trabalho acompanharão todos os desdobramentos desta paralisação nacional, e a estimativa é que, se o movimento for mantido, as consequências serão sentidas na rotina dos serviços públicos já a partir da próxima segunda-feira.




*Ascom

Nenhum comentário