Novidades

Falta gás de cozinha e preço do botijão dispara

A escassez do gás de cozinha aumentou muito neste final de semana, em decorrência da greve dos caminhoneiros, e o preço disparou em estabelecimentos que ainda têm o produto. De oito revendedoras da capital baiana, pelo menos seis não têm mais botijões cheios para comercializar.

Nos outros dois pontos de distribuição, o botijão de 13kg, vendido em média a R$ 65, já custa entre R$ 70 e R$ 75.

A medida está sendo classificada como abusiva pelo Sindicato dos Revendedores de Gás LP do Estado da Bahia (Sinrevgas), que orienta os consumidores a prestar queixa ao Procon, caso sintam-se lesados, porque inflacionar os valores configura-se crime contra a Ordem Econômica e abuso ao Direito do Consumidor.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário