Novidades

Guto Ferreira diz que não se sentiu pressionado com presença da Bamor no Fazendão


O técnico Guto Ferreira e alguns jogadores do Bahia, que não vive um bom momento no Brasileirão, recebeu nesta segunda-feira (21), a visita da maior torcida organizada do clube, a Bamor.

Em nota, o Bahia chegou a condenar a atitude do grupo que foi ao Fazendão. “É condenável, porém, que torcedores invadam o Centro de Treinamento do Clube, constrangendo atletas e funcionários dentro do seu ambiente de trabalho”, diz um trecho do comunicado.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (22), o técnico Guto Ferreira se mostrou tranquilo para falar do assunto e disse que não se sentiu pressionado. "Surpreso mais pelo momento e tal, mas para mim foi tranquilo. O clube tem trabalho no marketing e sempre reunimos torcedores e sócios nos hotéis, nas cidades que vamos e fizemos isso várias vezes. Não dá para dizer que foi isso porque não foi algo programado, mas o tom da conversa foi essa. Foi um bate-papo a respeito da equipe e uma troca. Assim como eles pediam, nós pedimos outras coisas dentro de um respeito grande. Para mim não tem problema nenhum. Sempre dentro do respeito. Naquele momento não me senti assim [pressionado]", explicou.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário