Novidades

Sindicombustíveis culpa ‘perversidade’ do governo Temer pela elevação da gasolina

O presidente do Sindicombustíveis (Sindicato de Combustíveis) da Bahia, Walter Tannus Freitas, culpou, hoje (3), a “perversidade” do governo do presidente Michel Temer (MDB) pela elevação da gasolina. O preço do produto, que estava em R$ 3,70 na capital baiana, saltou para R$ 4,60 ontem (2).


“Uma empresa do tamanho da Petrobras, que tem o monopólio, pode agir assim [reajustando o valor do combustível diariamente]? O que o governo Temer vem fazendo é de uma perversidade com a população. Inclusive, com os empresários”, afirmou, em entrevista ao Metro1.

De acordo com o chefe do Sindicombustíveis, só hoje a gasolina teve reajuste de 1,7% nas refinarias. Antes, as alterações do preço, segundo ele, ocorriam em “período mais longo” o que retardava a mudança do valor nas bombas.

Tannus ressaltou que, por causa da política de preço da Petrobras, muitos empresários do setor estão fecharam as portas.


*Metro1

Nenhum comentário