Novidades

Mulher que matou ex no ato sexual pode ganhar liberdade em Rondônia

A detenta Vânia Basílio Rocha, de 21 anos, que cumpre pena no presídio feminino de Vilhena, em Rondônia, por matar o próprio companheiro durante relação sexual, vai passar por uma avaliação médica para verificar sua saúde mental e periculosidade e depois disso pode ser colocada em liberdade.

De acordo com o portal G1, essa foi a condição colocada pelo poder judiciário, para que a mulher possa progredir para o regime semiaberto. Em 2016, Vânia fez exame de sanidade mental e o laudo apontou que ela é sociopata - pessoa com transtorno de personalidade antissocial

Ainda conforme a publicação, a jovem foi condenada a 8 anos e 4 meses de prisão por matar o ex-namorado a facadas durante o ato sexual, dentro da casa dele. Ela está presa desde dezembro de 2015 e foi condenada por homicídio qualificado.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário