Novidades

De olho no Ceará, Enderson lamenta desgaste por maratona


O fim de agosto trará um alívio no Fazendão. Com nove partidas disputadas em três competições diferentes (Brasileiro, Sul-Americana e Copa do Brasil) em um prazo de 28 dias, o tricolor espera que o fim da maratona possibilite a recuperação física dos jogadores.

Prestes a enfrentar o Ceará nesta quarta-feira (29), em jogo adiado da 15ª rodada, o técnico Enderson Moreira reclamou do calendário e confirmou que não irá poupar jogadores para o confronto.

“O Bahia tem jogado quarta e domingo não sei quanto tempo. Isso depende de calendário. A gente não poupa jogador. A gente não põe jogador quando ele não tem condição de jogar. Os jogadores que não foram para esse jogo não tinham a mínima condição de jogar. A gente não está na situação de poder poupar. A gente sempre pensa em colocar o melhor time possível. Não é porque o treinador quer segurar um atleta. Quando ele não tem condição de jogar, a gente não leva. Toda vez que eles possuem a capacidade de poder participar, a gente leva todo mundo, força total”, avaliou.

Com apenas um triunfo nos últimos cinco jogos, o tricolor voltou a se aproximar do Z-4 da competição e de acordo com o treinador, não é uma questão de rendimento.

“Queda de resultados. De rendimento, não. Temos tido um bom rendimento. Você pode ver os resultados adversos, tivemos uma postura muito boa. A atuação tem se mantido constante. Tivemos um primeiro tempo contra o Santos muito bom, criamos situações claras para isso, e acabamos sofrendo uma derrota que realmente nos impossibilita de continuar pontuando, que é muito importante”, disse.

O Bahia ocupa a 15ª colocação da Série A com 22 pontos conquistados, apenas um na frente do primeiro time na zona de rebaixamento.



*Bahia.Ba

Nenhum comentário