Novidades

Bolsonaro apresenta 'leve anemia' devido a sangramento, diz hospital

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) apresenta leve anemia em decorrência do sangramento causado pela facada, mas seu quadro de saúde "continua em evolução", informou o boletim médico divulgado na tarde deste domingo pelo Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O candidato segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ainda de acordo com o comunicado, a previsão é que nos próximos dias a função intestinal se normalize e Bolsonaro possa começar a ingerir alimentos. Por ora, ele segue em jejum oral e com alimentação intravenosa. Os médicos informaram que a circulação do intestino para o fígado está preservada e a paralisia intestinal decorrente da facada está regredindo.

O boletim frisou que o presidenciável segue fazendo fisioterapia, que incluem pequenas caminhadas no quarto e exercícios diários, e não apresenta dor.

O relatório médico de Bolsonaro, assinado pelos médicos Antonio Luiz Macedo, cirurgião; Leandro Santini Echenique, clínico e cardiologista; e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital, foi divulgado neste domingo às 17h, uma hora antes do horário previsto.

Mais cedo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável, disse que o pai está evoluindo bem, mas segue debilitado.

- Está evoluindo bem, mas (o ataque) foi muito sério. Está todo arrebentando. Não estamos aumentando para gerar comoção pública. Ele quase morreu. Não há previsão de saída da UTI. Ainda está com anemia. Ele andou hoje com andador. Não conversa normalmente, a voz tá debilitada.

Bolsonaro foi atingido por uma facada na última quinta-feira, quando participava de uma caminhada no Centro de Juiz de Fora. Na ocasião, foi submetido a uma cirurgia de emergência para estancar uma hemorragia em um hospital da cidade. No dia seguinte, o candidato foi transferido para o Einstein.


*IBahia

Nenhum comentário