Novidades

Duas mulheres são condenadas a chibatadas por manterem relação homossexual na Malásia

Duas mulheres da Malásia foram sentenciadas a levar chibatadas por admitirem ter relações homossexuais. A sentença foi proferida por um tribunal islâmico, que considera que esse tipo relação contraria as leis do Islã. Punição ocorreu nesta segunda-feira (3).

Usando trajes branco e com as cabeças cobertas por um lenço, as vítimas de 22 e 32 anos, ficaram sentadas em um banquinho enquanto recebiam seis golpes cada uma. De acordo com a lei islâmica, os golpes são infligidos aos condenados completamente vestidos e seu objetivo é mais humilhar do que provocar sofrimento físico.

Além das chibatadas, o Supremo Tribunal da Sharia impôs uma multa de 3.300 ringgit, que equivale a 800 dólares ou 690 euros.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário