Novidades

"Esses comentários foram injustos e maldosos", declara Paulo Queiros

Já se tornou um caso muito preocupante as mortes registradas no Hospital Municipal de Simões Filho, por causa da regulação de saúde do estado. 

Insatisfeitos com essa situação, moradores se uniram e formaram uma comissão onde na última segunda-feira (17) foram atras do prefeito Diógenes Tolentino (MDB), em busca de respostas.

Algumas criticas foram feitas a comissão, do tipo, ligando a comissão a 'politicagem'. 

Paulo Queiros um dos representantes da comissão, esteve ao vivo na manhã desta quarta-feira (19), na Simões Filho FM 87.9 através do Panorama de Notícias, onde se manifestou. 

"Esses comentários foram injustos e maldosos e lá na reunião o prefeito viu que a nossa comissão é seria. Não aceitamos isso porque lá tinha gente do PT que foi dar às mãos em prol desse assunto. Lá não teve nenhum movimento político, onde fomos elogiados pelo prefeito, pelo secretário de governo e pela secretária de saúde, diante mão o convite está estendido aos críticos para que eles venham nos ajudar nessa causa a favor da nossa população”, desabafou Paulo Queirós.

A comissão tenta agora uma reunião com o Secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.



Por Ataíde Barbosa

Nenhum comentário