Novidades

Quase chorando, Aderllan desabafa: “Vou carregar isso para o resto da minha vida”

A noite da última quarta-feira (21) vai ser difícil de ser esquecida pela torcida do Vitória. O Leão perdeu para o Cruzeiro por 3 a 0. Entretanto, vai ser mais difícil para o zagueiro Aderllan. Ele abriu o placar com um gol contra, no final do primeiro tempo e cometeu um pênalti já na segunda etapa.

Na saída de campo, o zagueiro falou com os jornalistas. Emocionado, Aderllan pediu desculpas aos companheiros e disse que a noite desta quarta foi a pior da carreira dele no futebol.

“Difícil falar. A gente luta, tenta fazer as coisas certas, mas acabei penalizado pelo gol contra, pelo pênalti. Saio daqui com tristeza muito grande. É pedir perdão aos meus companheiros, torcedores. Hoje é o pior dia da minha vida no futebol. Todo mundo sabe da minha luta. É pedir perdão, não tem o que falar. É noite para esquecer. A gente tenta fazer as coisas certas, mas infelizmente fui punido. Poderia ser outro, na semana passada foi meu companheiro, hoje fui eu. Coisa amarga, nunca passei por isso. É tentar ganhar os outros dois jogos para sair dessa situação”, disse o jogador à Rede Bahia.

Com a derrota, o Vitória permanece com 36 pontos, na penúltima colocação Campeonato Brasileiro. O próximo desafio rubro-negro será no domingo (25), contra o Grêmio, no Barradão. Na última rodada da Série A, o Rubro-Negro vai enfrentar o Palmeiras em São Paulo.


*Varela Notícias

Nenhum comentário