Novidades

Jovem morta após se negar a reatar com ex pode ter sofrido estupro coletivo

A Polícia Civil investiga se a estudante Luana Maciel dos Santos, de 16 anos, foi vítima de estupro coletivo antes de ser morta a facadas em Apiaí, no interior paulista.

O principal suspeito dos crimes é o ex-namorado dela, o pedreiro Josemar de Paula Siqueira, de 33 anos, que está preso. Dois homens ainda não foram identificados.

O homicídio ocorreu na casa da irmã de Luana. Ela foi encontrada morta seminua na cama, com perfurações na região do pescoço. Havia sangue em outros cômodos do imóvel, o que indica luta corporal.

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou que Luana foi vítima de estupro. “Foi colhido material genético para identificar se as outras duas pessoas que acompanhavam Josemar participaram”, informou o delegado responsável pelo caso, Valmir Oliveira Barbosa ao G1.

Josemar foi preso no mesmo dia do crime, a tempo do flagrante, mas negou participação no homicídio. A suspeita é de que ele estava inconformado com o fim do relacionamento.


*Yahoo

Nenhum comentário