Novidades

Começa nessa sexta campanha contra transporte clandestino escolar

Será iniciada nessa sexta-feira (1º) a campanha de combate ao transporte escolar clandestino. A ação é uma parceria entre a Coordenação de Táxis e Transportes Especiais (Cotae) e o Sindicato de Transportadores Escolares e Turísticos do Estado da Bahia (Siteste-BA).

Para receber autorização e atuar na capital baiana, as vans escolares devem passar por vistorias obrigatórias, conforme artigo 136 do Código de Trânsito Brasileiro, inspecionando a higiene, estado de conservação, condições de tráfego, controlador de velocidade (tacógrafo) e regularidade dos equipamentos de segurança, cartão de identificação, carteira de identidade, comprovante de residência, licenciamento atualizado, carteira de identidade, carteira de habilitação classe D, entre outros.

“Nossa obrigação é garantir aos pais, que contratam esses serviços, que seus filhos estarão protegidos. A manutenção dos veículos e o bom estado de conservação estão diretamente relacionados ao índice de acidentes”, afirma o secretário de Mobilidade, Fábio Mota.

As atividades de combate ao transporte clandestino estão previstas na Lei Municipal 9.066/2016 e acontecem diariamente em Salvador. Os veículos irregulares são apreendidos e pagam multa no valor de R$ 2,5 mil, na primeira ocorrência. No caso de reincidência, o valor é dobrado.


*Bahia.Ba

Nenhum comentário