Novidades

Médico é preso no interior de SP após tentar matar esposa grávida de sete meses

Um médico de 38 anos foi preso em flagrante após tentar matar a mulher, grávida de sete meses, na madrugada desta quinta-feira (17), em Sorocaba, no interior de São Paulo. A Polícia Militar chegou ao local após receber uma denúncia anônima e o encontrou com uma faca na mão.

Segundo o portal G1, os policiais afirmaram que assim que chegaram ao local, Luis Claudio Pitanca Alcantara recebeu os agentes e disse que não havia nada de errado. No entanto, a equipe relatou ter ouvido gritos de socorro vindos dos fundos da residência. O médico tentou impedir a entrada na residência, o que fez com que os agentes acionassem reforços; outras quatro viaturas foram enviadas ao local.

À polícia, Karen Lilian Moraes Figueiredo de Mendonça, 37 anos, disse ter sido agredida com socos na cabeça e ter recebido ameaças de morte após terem discutido. A briga teria se iniciado quando Karen descobriu diversas ligações dele para a ex-mulher.

A vítima, que também é médica, alega que o companheiro disse que a faria perder o filho para que “saísse da vida dele”. No boletim de ocorrência do caso, consta que o homem tentou sufocá-la e a jogou no chão, aplicando uma chave de braço, e que a mulher só conseguiu fugir após mordê-lo.

Já na delegacia, Luis Claudio a ameaçou novamente e disse que “a perseguiria até o inferno se ela o fizesse ser preso”. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio, lesão corporal e ameaça.



*Yahoo

Nenhum comentário