Novidades

Greve dos trabalhadores da Bomix entra no terceiro dia

A greve dos trabalhadores da Bomix, localizada em Simões Filho, entrou no terceiro dia e fábrica continua parada. Segundo o Sindiquímica, entidade que representa a categoria, a adesão à greve é geral. Ontem à tarde, o sindicato se reuniu com a direção da empresa, na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), em Salvador, mas não houve conciliação.

A Bomix manteve a demissão do diretor do sindicato, Otacílio dos Santos Filho, e se recusou a negociar outras reivindicações dos trabalhadores, como o fim do assédio moral. Recentemente, a empresa foi condenada pela Justiça a ressarcir valores descontados nos contracheques de alguns operadores por defeitos em baldes plásticos e outros materiais.

Outra reivindicação é o café da manhã. Trabalhadores que moram distante da fábrica saem de madrugada para o trabalho e ficam com fome até o horário do almoço. Um funcionário foi demitido depois que foi surpreendido comendo uma fruta no meio da manhã.
O Sindiquímica afirma que em várias ocasiões precisou recorrer à Justiça do Trabalho para denunciar as práticas abusivas da empresa.

A Bomix produz embalagens plásticas.

Mais informações com os diretores do Sindiquímica, Alfredo Santana, 71 98785-1632, José Pinheiro 71 98897-3305, Iglesias Cabalero 71 98604-0101 e Carlos Itaparica 71 98109-3477.



*Ascom/Sindiquímica

Nenhum comentário