Novidades

Laudo aponta politraumatismo, como causa da morte de Boechat

De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo, o jornalista Ricardo Boechat morreu em decorrência de um politraumatismo, provocado pela queda do helicóptero somada à colisão com um caminhão. O acidente, que matou o âncora do Jornal da Band e o piloto Ronaldo Quattrucci, ocorreu na tarde de segunda-feira (11).

De acordo com os documento, obtido pela GloboNews nesta sexta-feira (15), os peritos não encontraram sinais de fuligem na traqueia nem nos pulmões de Boechat. Já a dosagem de monóxido de carbono detectou uma concentração abaixo de 10% de carboxihemoglobina no sangue, o que indica que a vítima já havia morrido antes de ser exposta ao gás.



*Radar da Bahia

Nenhum comentário