Novidades

Bahia de Feira e Vitória da Conquista disputam última vaga pra final do Baianão



O confronto está completamente aberto e quem vencer vai disputar o título do Campeonato Baiano com o Bahia. Bahia de Feira e Vitória da Conquista entram no campo sintético da Arena Cajueiro, neste domingo (31), a partir das 16h, para se enfrentarem pelo jogo de volta da semifinal. Na partida de abertura da fase, as duas equipes ficaram no 1 a 1, no Lomantão. E com isso, em caso de empate neste novo encontro, a decisão irá para os pênaltis.

Primeiro colocado na tabela de classificação da primeira fase, o Bahia de Feira faz uma campanha equilibrada e, apesar desse retrospecto favorável, chega nesta partida jogando a responsabilidade para o adversário, mesmo sem o mandante.

"Eles tem obrigação de ganhar para tentar vaga na Copa do Brasil e na Série D. Se eles não se classificarem essas vagas ficam com o Atlético de Alagoinhas. Então, eles vão ter que ter uma proposta diferente", disse o técnico do time feirense Quintino Barbosa, o Barbosinha.

O Bahia de Feira ganhou importantes reforços para esse duelo decisivo como o retorno do zagueiro Paulo Paraíba e o meia-atacante Bruninho. Este último entrou em campo no segundo tempo do jogo em Vitória da Conquista, mas dessa vez deve começar jogando desde o início.

VITÓRIA DA CONQUISTA
O Vitória da Conquista segue como franco-atirador como disse o treinador Elias Borges para o primeiro embate. No entanto, assim como fez ao longo da competição, quando começou de forma irregular, mas cresceu e terminou entre os quatro primeiros, o Bode chega em Feira de Santana confiante de que pode aprontar na casa do adversário. Inclusive, com o cenário do confronto, o técnico Elias Borges vai mandar o seu time para frente e não apenas ficar fechado na defesa à espera de uma bola para matar o jogo.

"A gente vai propor o jogo também, vai querer surpreender o adversário e fazer um gol lá dentro. Não vou ficar defendendo, defendendo, esperar tomar um gol para reagir, isso eu não vou fazer. Não vou botar o time para ser covarde de jeito nenhum! Vou propor o jogo, vamos jogar e acho que a responsabilidade hoje é toda do Bahia de Feira pelo fato de jogar em casa. Nós vamos lá como franco-atirador para cima deles", disse o comandante do Bode.



*Bahia Notícias

Nenhum comentário