Novidades

Namorado teria confundido estupro com traição e mata namorada


A jovem Isabela Miranda de Oliveira, de 19 anos, morreu nesta quinta-feira (7) após ter 80% do corpo queimado ao ser atacada pelo namorado, em Franco da Rocha, região da Grande São Paulo. A família dela suspeita de que o namorado, William Felipe de Oliveira, de 21 anos, tenha confundido estupro com traição, já que o ataque aconteceu após ele flagrar outro rapaz deitado na mesma cama com ela na casa onde estavam.

Isabela estava, no domingo de Carnaval, em um churrasco numa chácara com Willian, a irmã dele, o noivo dela – um rapaz de 23 anos que não teve a identidade divulgada – e uma amiga, quando começaram um jogo envolvendo bebidas alcoólicas.

Segundo relatos de testemunhas, ela passou mal e foi levada para um quarto no andar de cima da casa. Posteriormente, o namorado de Isabela e a amiga dela flagraram o noivo da irmã de William deitado na cama onde a vítima estava.

Em entrevista à TV Record, os tios de Isabela disseram que Isabela estava na cama, embriagada, quando foi abusada sexualmente pelo cunhado de Willian. A Polícia Civil ainda não sabe dizer se o sexo teria sido consensual ou se Isabela foi estuprada.

Isabela e o rapaz de 23 anos foram agredidos por William, que ameaçou os presentes com facas e depois ateou fogo no quarto onde eles estavam, de acordo com as testemunhas. Tanto ela quanto o noivo da irmã de William foram socorridos e levados para o Hospital Estadual de Francisco Morato.

William foi preso em flagrante pela Polícia Militar após ser detido pelo caseiro do sítio, que o impediu de fugir.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) informou que William teve a prisão decretada pela Justiça após uma audiência de custódia. A Polícia Civil afirmou que o cunhado dele já recebeu alta do hospital e foi ouvido na condição de testemunha, nesta quarta-feira.



*Yahoo

Nenhum comentário