Novidades

A cada 11 jogos do Bahia, um é definido após os 45 do segundo tempo

O clichê de que “o jogo só acaba quando o juiz apita” tem que ser levado a sério no Bahia. Nos dois últimos jogos, o tricolor foi buscar o resultado nos minutos finais. 

Diante do CRB, o gol que valeu a classificação à quarta fase da Copa do Brasil só saiu aos 53 minutos do segundo tempo. Já diante do Bahia de Feira, no primeiro duelo da final do Campeonato Baiano, o empate por 1x1 veio aos 52 minutos da segunda etapa.

Momentos que colocam à prova os corações tricolores. “Tem que ter o coração forte para trabalhar no Bahia, mas ao mesmo tempo a gente sabe que o torcedor acredita, até o final, que o gol sairá”, afirmou o técnico Roger Machado, que viveu a emoção de comemorar o gol nos últimos minutos nas duas partidas que fez desde a sua chegada.

Mas arrancar o resultado nos últimos momentos do jogo não é exclusividade do time de Roger. Desde a temporada passada, o tricolor conseguiu buscar o triunfo ou empate após os 45 minutos do segundo tempo em 9% dos duelos. Ou seja, torcedor, se prepare, pois a cada 11 jogos, um é teste pra cardíaco.

Marcado na história 
A mística tricolor tem lugar na história. Ao falar de gol no finalzinho, os torcedores mais novos podem lembrar do tento de Charles, contra o Fast, aos 49 minutos, que rendeu ao Bahia uma vaga na fase final da Série C de 2007.

Já os mais velhos, com certeza, falam logo do histórico gol de Raudinei na final do Baianão de 1994, aos 46 minutos da etapa final. O camisa 15, que saiu do banco para entrar na história, sempre vira tema quando um desses gols é marcado e conta ao CORREIO que parte importante para essa receita dar certo vem da torcida. 

“Essa mística da torcida é um time que nunca desiste, luta até o fim, isso ajuda muito. O jogador quando chega no Bahia começa a ouvir essas histórias, a torcida do Bahia é sempre inflamada, acredita sempre. Tudo isso influencia bastante. Talvez se você buscar em outro clube brasileiro, essa porcentagem não acontece”, explica. 

Para Raudinei, apesar do sofrimento do torcedor durante todo o jogo, o gol no final vale a pena. “Gol é sempre bom, mas em uma situação adversa, que quase ninguém acredita, e você consegue buscar o resultado nos minutos finais, tem sempre um gosto especial”. 

Veja os jogos que o Bahia decidiu após os 45 minutos do segundo tempo desde o ano passado:

Bahia 2X1 ATLÂNTICO
A partida contra o Atlântico, na Fonte Nova, não foi nada fácil. O Esquadrão teve que suar para não amargar um empate em casa e só conseguiu o tento milagroso aos 48, com Elton.

JUAZEIRENSE 1X2 BAHIA
Júnior Brumado também protagonista em uma virada tricolor. Contra a Juazeirense, pelo Baianão de 2018, o atacante entrou e conseguiu o gol do triunfo aos 45 minutos.

BAHIA 1X0 SANTOS
O primeiro triunfo do Bahia no Brasileirão do ano passado foi um verdadeiro teste para cardíaco. O jogo contra o Santos se encaminhva para o 0x0 até os 49 minutos, mas Júnior Brumado balançou as redes.

BAHIA 3X3 BOTAFOGO
O duelo contra o Botafogo, na Fonte Nova, foi daqueles bem movimentados. O gol que dava o triunfo ao Botafogo saiu aos 38 minutos. Quando só a torcida tricolor acreditava, Allione empatou aos 49.

BAHIA 1X0 CORINTHIANS
Diante do Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, o Bahia tentou de todas as formas chegar ao gol, mas o tento que valeu os três pontos só saiu aos 46 minutos, em uma bomba de Mena da entrada da área.

BAHIA 2x2 ATLÉTICO-MG
Contra o Atlético-MG, também na Série A, o Bahia ia perdendo o jogo na Fonte Nova, mas aos 48 minutos Régis conseguiu o gol e empatou o duelo. O pontinho suado valeu a saída do time do Z4.

BAHIA 2x1 CEARÁ
No Brasileirão do ano passado, pela 34ªrodada, o Bahia empatava com o Ceará na Fonte Nova por 1x1 até os 48 minutos da etapa final, quando Edigar Junio acertou um gol de letra e deu o triunfo ao Esquadrão.

BAHIA 1X0 CRB
Depois de muita tentativa, o gol que deu ao Bahia a classificação à quarta fase da Copa do Brasil só saiu aos 53 minutos do segundo tempo. O volante Elton foi o autor do gol que fez a Fonte Nova explodir.

BAHIA DE FEIRA 1x1 BAHIA
Rogério marcou aos 52 minutos do segundo tempo o gol que decretou o empate em 1x1 contra o Bahia de Feira, no Joia da Princesa, e deixou tudo aberto na decisão do Campeonato Baiano.



*Correio da Bahia

Nenhum comentário