Novidades

Saiba quanto custou a viagem do governador a China e EUA

Em tempos de crise financeira, custou mais de R$ 400 mil aos cofres públicos a viagem do governador Rui Costa (PT) aos Estados Unidos e à China, realizada de 6 a 16 deste mês. Por dia, os gastos com a comitiva do governo em Washington, Nova York e Pequim foram, em média, de R$ 40 mil. As despesas incluem passagens aéreas, hospedagem, alimentação, transporte local, diárias e custos não especificados dos membros que acompanharam o petista. O volume de pagamentos para bancar a missão internacional do Palácio de Ondina foi dividido em três contas, de acordo com informações obtidas pela Satélite na página de transparência do governo. 

Maior de todas
Para a primeira conta, foram repassados R$ 234 mil à Decolando Turismo e Representações, empresa de Brasília contratada pelo gabinete do governador para prestar serviços de agenciamento de viagens. Todos os pagamentos para empresa foram realizados de 29 de abril à última sexta, um dia após o retorno do governador.

Trocando em graúdos
A segunda conta usada para pagar os custos com a viagem de Rui Costa soma R$ 140 mil, que foram repassados diretamente para duas servidoras lotadas no gabinete do governador, responsáveis pelo planejamento da missão nos EUA e na China. Ainda segundo o portal de transparência, a verba foi usada para cobrir despesas com viagem não especificadas e para passagens e despesas com locomoção. Por fim, a missão custou ainda R$ 26,6 mil em diárias, sendo R$ 18,1 mil para as duas funcionárias e R$ 8.499 para o próprio governador. Além dos dois países, o governador também fez uma visita à Alemanha.

Fala, tribunal! 
Mais uma vez”, publicada ontem, o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) afirma que a licitação se destina a prevenir doenças de magistrados e servidores da Corte, “não tendo nenhuma relação” com o teor da publicação. “O Programa de Ginástica Laboral foi implantado no TRT5 em 2009, com vistas à prevenção de doenças relacionadas ao sistema osteomuscular”, segundo o tribunal, decorrentes de “atividades repetitivas, posturas ergonômicas mal ajustadas, estresse e posto de trabalho inadequado”.

Paz e amor 
Famoso pela virulência dos discursos contra os rivais, o deputado estadual Targino Machado (DEM), líder da oposição na Assembleia Legislativa, fez um afago a dois integrantes do grupo adversário ao comemorar, ontem, a manutenção da comarca de Amélia Rodrigues pelo Tribunal de Justiça da Bahia, defendida por ele. Para Machado, a vitória foi possível também graças aos esforços do líder da bancada governista, Rosemberg Pinto (PT), e do presidente da Casa, Nelson Leal (PP).

Pronta-entrega
Cliente bem-humorado de um delivery de açaí em Ondina fez graça ao apresentar o ponto de referência para a entrega: “Na ladeira em frente ao prédio das malas de Geddel”, escreveu, em alusão ao bunker de R$ 51 milhões atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima.

"Claro que não é conduzir com barganha política, mas construir bom relacionamento, através do diálogo. Há boa vontade do Parlamento, mas o presidente precisa conversar" - Leur Lomanto Junior deputado federal pelo DEM da Bahia, ao defender melhorias na articulação política do Palácio do Planalto.



*Correio da Bahia

Nenhum comentário