Novidades

Acusado de assassinar ator já teve passagens por roubo e lesão corporal

Procurado pela polícia como o principal suspeito do assassinato do ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos e dos pais do jovem, Paulo Cupertino Matias, 48, possui passagens policiais.

Em entrevista ao jornal Extra, o delegado titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Seccional de Polícia, Fernando Bessa, afirma que a ficha de Paulo tem registros de roubo, lesão corporal e ameaça.

“Há passagens da década de 90 em uma investigação que se deu por roubo a banco, por exemplo. São ocorrências antigas, estamos investigando”, diz o delegado que pontua ainda que Paulo já esteve preso anteriormente.

A polícia suspeita que Paulo era contra o namoro do ex-ator mirim e a filha dele. O rapaz fugiu logo após o crime e até o momento não foi localizado.

De acordo com o boletim de ocorrência, Rafael e os pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram mortos a tiros por Matias, na tarde de domingo, na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, Zona Sul de São Paulo.

O jovem de 22 anos ficou conhecido por interpretar o personagem Paçoca em ‘Chiquititas’ e pelo comercial em que pedia para a mãe comprar Brócolis.


*Bahia.Ba

Nenhum comentário