Novidades

Menina queniana se suicida após sofrer bullying por menstruação

Uma menina de 14 anos no Quênia se matou depois de ter sido humilhada por um professor por estar menstruada e ter manchado o uniforme.

Segundo a mãe da menina, o professor a chamou de “suja” e pediu para ela deixar a classe e esperar do lado de fora.

“Ela não tinha nada para usar como absorvente. Quando o sangue manchou suas roupas, pediram para ela deixar a sala e ficar do lado de fora”, contou a mãe à mídia local.

Quando a garota voltou para casa, ela explicou a situação para a mãe, mas logo em seguida se suicidou. Os pais denunciaram a humilhação para a polícia, mas ficaram frustrados com a falta de ação das autoridades.


*Radar da Bahia

Nenhum comentário