Novidades

Prefeito Dinha, Medicamentos e Oposição: o povo fica onde nessa queda de braço mesmo?

Há quase três anos na administração da prefeitura de Simões Filho, o prefeito Diógenes Tolentino (MDB) continua tendo forte dores de cabeça com a situação da saúde no município, localizado há 22 Km de Salvador.

A população reclama diariamente da falta de medicamentos nos postos de saúde, espalhados pela cidade. No último dia 13 de setembro, a bancada de vereadores da oposição formada com Sandro Moreira, Alfredo Assis e Laecio Valentim, fizeram uma blitz no Hospital Municipal, onde segundo eles receberam denuncias sobre a falta de medicamentos na farmácia básica da unidade de saúde. 

Líder da oposição na Câmara de Vereadores, Sandro Moreira afirmou ter sido barrado pelo prefeito Dinha na visita a farmácia do hospital.

“Recebemos a denúncia via e-mail sobre a falta de medicamentos na farmácia aqui do hospital, como vereadores e opositores ao atual gestor, resolvemos ver de perto essa situação. Para a nossa surpresa, fomos barrados pelo prefeito e pelo diretor médico do hospital na fiscalização a farmácia, quero dizer ao prefeito Dinha que esse é o meu papel e que fiscalizarei a sua gestão até o término do meu mandato”, desabafou.

O Site e o Programa Panorama de Notícias recebem constantemente, várias denuncias sobre a problemática da saúde em Simões Filho principalmente sobre a falta dos medicamentos básicos nos postos de saúde do município. 

A atual Secretária de Saúde Poliana Vennas não se pronuncia sobre o fato. O prefeito Diógenes Tolentino por sua vez, declara que a oposição está tentando tumultuar a sua administração. 

O Panorama de Notícias deixa apenas uma pergunta no ar: E o povo fica onde nessa queda de braço mesmo? 

Perguntar, não ofende. 



Por Ataíde Barbosa



























Nenhum comentário