Novidades

Com estoque de sangue quase zerado, Hospital Roberto Santos, em Salvador, pede doações


A situação do estoque de sangue do Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador é crítica. A casa de saúde que conta com 640 leitos de internação, possui apenas duas bolsas sangue tipo O+ e nenhuma do tipo O- (doador universal). Diante deste cenário, a casa de saúde solicita doações. 

“Houve um esforço enorme do Governo do Estado para readequarmos o Hospital Roberto Santos em tempo recorde e, assim, desafogarmos os hospitais que passaram a atender exclusivamente pacientes com Covid-19. Então, em meio à pandemia, seguimos realizando neurocirurgias, cirurgias oncológicas, vasculares, de clínica médica e de hemorragia digestiva, por exemplo. Mas houve uma queda muito grande no estoque de sangue e isso está fazendo com que a gente remarque várias vezes uma única cirurgia”, conta o diretor-geral do HGRS, José Admirço Lima Filho, que completa: “temos, hoje, muitos pacientes que já poderiam estar de alta hospitalar, mas que continuam internados, à espera de sangue. Infelizmente, sangue a gente não pode comprar na farmácia”.


Até o momento, mais de 16 cirurgias emergenciais já foram suspensas no Roberto Santos por falta de sangue.

Para fazer a doação, basta agendar um horário e procurar a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), no bairro do Stiep. Lá, o doador – que deverá ir sozinho e usando máscara – irá encontrar álcool em gel, poltronas separadas, colaboradores protegidos e higienização reforçada no local.

“A gente sabe que o certo, agora, é ficar em casa e só sair para fazer coisas essenciais. Doar sangue é essencial. A gente nunca sabe quando seremos nós a precisar”, destacou o diretor José Admirço.

Os agendamentos para doação de sangue podem ser feitos pelo e-mail horamarcada@hemoba.ba.gov.br, pelo telefone (71) 3116-5643 ou pelo site www.hemoba.ba.gov.br.




*Bahia Notícias

Nenhum comentário