Novidades


 

 


No dia do aniversário, homem recebe "festa funeral" de presente; entenda


Imagine fazer aniversário e ser surpreendido com um funeral? Foi o que aconteceu com Eli McCann. O marido dele preparou uma festa de aniversário muito peculiar. Saíram os balões e confetis e entrou uma festa tipo funeral.

Apesar da ideia um tanto inusitada, a sua origem tem até algum sentido. O organizador do evento, Skylar Westerdahl, explicou que às vezes é preciso morrer para as pessoas perceberem o quanto gostavam daquela pessoa. 

Sendo assim, ele decidiu criar uma festa em que todos pudessem dizer a Eli o quanto gostavam dele, antes de ele partir. "Naquele dia, ele me disse que íamos jantar fora e que era para eu me vestir bem. Depois, parou o carro em frente a casa de um amigo e disse que tínhamos de entrar para cumprimentar uma pessoa. Quando entrei, tinha 15 amigos, vestidos de preto, sentados fingindo que choravam", lembra.

No local da festa, todos fingiam não conseguir ver o aniversariante. O serviço funerário durou cerca de 30 minutos e incluiu um slideshow de fotografias do, suposto, defunto. Além disso, também houve uma leitura de um obituário escrito por um amigo e até a mãe de Eli ajudou a fazer um programa para a cerimônia. Depois da "morte", o aniversariante teve direito a uma festa normal. "Foi perfeito", recorda McCann. 




*Radar da Bahia

Nenhum comentário